Segunda-Feira, 22 de julho de 2019
25-06-2019
Vice-presidente do CRMV-SP participa de Reunião do PNEFA

O importante papel do médico-veterinário na erradicação da febre aftosa foi enfatizado

O médico-veterinário Odemilson Donizete Mossero, vice-presidente do CRMV-SP, participou da 2ª Reunião do BLOCO IV do Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), 2017 – 2026. O encontro aconteceu nos dias 18 e 19 deste mês, na sede da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, em São Paulo (SP).

“A reunião é de extrema importância para que os Estados possam apresentar a situação observada em suas localidades no que diz respeito à febre aftosa, bem como falar da aplicação do PNEFA em suas regiões”, comentou Mossero.

O vice-presidente representou o Conselho na reunião e, durante seu discurso, ressaltou a grande contribuição do profissional da Medicina Veterinária para a erradicação da febre aftosa no Brasil.

SP previa vacinar 11 milhões de animais O calendário nacional da campanha de vacinação contra a febre aftosa foi aberto no mês de maio e já se encerrou em 24 Estados brasileiros, incluindo São Paulo, onde a expectativa era imunizar 11 milhões de animais, entre bovinos e bubalinos, o que poderá ser confirmado após a divulgação do balanço da SAA.

Neste ano, a vacina teve sua dose reduzida de 5ml para 2ml, assim como foi apenas bivalente, com capacidade de imunização contra os vírus de febre aftosa do tipo A e O. O objetivo foi diminuir as incidências de formação de abcessos nos animais e dar sequência ao Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), que prevê a retirada total da vacinação em todo o País até 2021.

“A vacinação massiva ainda é fundamental para a continuidade do sucesso e conclusão do Programa Nacional, implantado no País em 1992 e reconhecido internacionalmente em 2018”, comenta Mossero.

Plano Estratégico do PNEFA

O Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), 2017 – 2026, visa busca criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da febre aftosa e ampliar as zonas livres sem vacinação, protegendo o patrimônio pecuário nacional.

Ele é subdividido em blocos, nos quais se inserem os Estados, para as discussões sobre as condutas regionais de aplicação do Plano Estratégico. O Bloco IV compreende Bahia, Espírito Santo, Goiais, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Sergipe, São Paulo e Distrito Federal.

 
 
             

Rua Vergueiro, 1753/1759 - 4° e 5° andares -
Vila Mariana - São Paulo
Cep: 04101-000 - SP   [Mapa]

Fone: (11) 5908 4799 - Fax: (11) 5084 4907
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 16h

   
 
Copyright 2006-2009 © CRMVSP. Todos os direitos reservados.