Quinta-Feira, 5 de dezembro de 2019
28-10-2019
Raposa-do-campo é a mais nova espécie abrigada no Zoológico de São Paulo

O Zoológico de São Paulo apresenta novas moradoras: duas raposinhas-do-campo, quer foram resgatadas em Botucatu e em Avaré (SP). Encontrada apenas no Brasil, em áreas de Cerrado, a espécie está sob ameaçada de extinção.

Dentre o grupo dos canídeos do mundo (família dos lobos, chacais, coiotes, cães e raposas), a raposinha-do-campo figura entre as espécies menos estudadas pela Ciência. Foi exatamente este fator preocupante que motivou a Fundação Parque Zoológico de São Paulo (FPZSP) a receber as duas fêmeas para compor o atual plantel da instituição. O objetivo é iniciar os estudos para o estabelecimento de um protocolo de manejo em cativeiro, já que a escassez de informações sobre a espécie é um grande entrave para o avanço de projetos de conservação ex situ.

Desde 2012, o Zoológico de São Paulo é parceiro do Programa de Conservação Mamíferos do Cerrado (PCMC), por meio de seu Núcleo de Atividades In Situ (NAIS), ligado ao Departamento de Pesquisas Aplicadas.

Há anos, a instituição estuda diferentes aspectos da população de raposinhas na natureza, em Cumari, Goiás, monitorando os indivíduos que receberam colar radiotransmissor para a compreensão da área de vida e ecologia. Também são desenvolvidos ações educativas junto à população local. Estas valiosas informações, aliadas às que serão obtidas com os animais cativos, permitirão atuar de forma integrada, traçando parâmetros em diversas linhas de pesquisa. A contribuição esperada é um melhor entendimento da biologia e comportamento da espécie.

Sobre os exemplares:

Não há parentesco entre as duas raposinhas, porém, ambas compartilham da mesma realidade de terem sido vítimas de desequilíbrios ambientais decorrentes de ações humanas.

Uma das raposinhas foi entregue ao CEMPAS – Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens, da UNESP de Botucatu, em novembro de 2018, por uma família do município de Americana/SP, que acreditava estar criando um cão doméstico.

A outra fêmea foi encontrada ainda filhote e sozinha, em uma empresa localizada na cidade de Avaré/SP e também foi encaminhada ao CEMPAS em outubro de 2018 pelo corpo de bombeiros.

Programação educativa - “Conhecendo as raposinhas”

Para dar as “boas-vindas” às novas moradoras, os educadores ambientais prepararam uma programação especial de atividades para apresentá-las ao público, confira:

De olho na raposinha!

Apresentação de alguns equipamentos utilizados pelos pesquisadores em trabalhos de campo, assim como curiosidades sobre as raposinhas.

Datas: 29 e 30/10 | Horários: das 13h30 às 15h30.

Local: Recinto da Raposa-do-campo – Alameda Urso.

Cine raposinha

Acompanhe uma exibição de vídeos sobre a conservação da biodiversidade do Cerrado e também sobre as raposinhas.

Datas: 29 e 30/10 | Horários: 13h30, 14h30 e 15h30

Local: Espaço Vida de Bicho – Alameda Rinoceronte

 
 
             

Rua Vergueiro, 1753/1759 - 4° e 5° andares -
Vila Mariana - São Paulo
Cep: 04101-000 - SP   [Mapa]

Fone: (11) 5908 4799 - Fax: (11) 5084 4907
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 16h

   
 
Copyright 2006-2009 © CRMVSP. Todos os direitos reservados.